Vivenciado dentro de um celular, grupo paulistano ”Sempre” lança primeiro vídeo vertical do Brasil

Relacionamentos e conflitos fazem parte da faixa “Telefone”, primeiro single de “Antigos Relacionamentos, Novas Vivências".

0

Nessa última sexta-feira (08), rolou o lançamento do primeiro videoclipe vertical do Brasil e single que abre os caminhos para a belíssima estréia do EP “Antigos Relacionamentos, Novas Vivências”, do grupo paulistano Sempre. O clipe “Telefone” é vivenciado dentro de um aparelho celular e retrata a rotina de um casal, assim como as incertezas entre continuar ou não uma relação. Além do Youtube, a música ficará disponível nas principais plataformas a partir de segunda-feira (11).

Formado em 2015 por Pé Beat, Sadiki, DCazzDJ Faul, o Sempre, utiliza ritmos como Rap, R&B, e Soul para formar sua excelente sonoridade, como podemos apreciar em “Telefone”. Como destaca Dj Faul, a ”faixa tinha que ser envolvente e até “chiclete”, remetendo ao R&B e ao próprio pagode, que também influencia o grupo de amigos. De olho na grande quantidade de pessoas que estão sempre conectadas à internet, o clipe é voltado principalmente para o público que consome conteúdo nos celulares. Produzido para ser visto pelas telas dos aparelhos, o trabalho também carrega referências à grandes nomes da cultura negra e inspirações dos músicos, como Malcon X e Lauryn Hill.

Com instrumental do beatmaker Grou, “Telefone” conta ainda com versos cantados por Pé Beat e refrão de DCazz.  O videoclipe da faixa conta com um time de peso, gravado em São Paulo, vem com direção de Nego E, parceria com Ale Menezes e é estrelado pelo próprio Pé Beat e a atriz e cantora Larissa Noel, que fez parte do elenco do musical “Cartola”, entre outros trabalhos. A ficha técnica do vídeo conta ainda com direção de fotografia de João Victor Oliveira, fotos de making of de Rudd e produção de Diego Campos, Janaina Freitas e realização da Artefato.

O primeiro EP do grupo Sempre, intitulado, “Antigos Relacionamentos, Novas Vivências” tem previsão de estreia para julho deste ano. Composto por oito faixas, o trabalho é todo baseado em conversas de telefone ou por meio de aplicativos de mensagem instantânea como o WhatsApp. As faixas, como o próprio nome já entrega, retratam situações que ocorrem em relacionamentos e vivências de cada integrante, tal como términos, festas e a rotina de cada um deles. Além de “Telefone”, o projeto trará músicas como “Dois pra lá” e “Tudo tem um fim”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.