Karen Santana lança ‘Poderes de Évora’ e traz surra de boombap jazzístico, ouça já!

0

Karen tem 24 anos, é cantora e compositora, além de ser uma das integrantes do grupo de rap “As Lavadeiras“, ao lado de Sarah Key, MC e percussionista também Mogi das Cruzes, o grupo faz uma marcante junção de rap com influências da cultura popular. Karen antecipa que já está em estúdio gravando produzindo um novo disco que promete ainda mais misturas.

Saindo das profundezas, juntando todos os feitiços acumulados em seu caldeirão sonoro, Karen Santana acaba de lançar seu primeiro álbum solo, intitulado “Poderes de Évora“.

Representante da cena hip-hop de Mogi das Cruzes, ela, que também é conhecida pela alcunha de MC Penumbra, dialoga com o ideal empoderador que solidifica as mulheres no rap cada vez mais, ao mesmo tempo que transmuta espiritualmente, com ideias que se distanciam da banalidade do dia a dia da raça humana.

O disco, que contem 08 faixas, tem no título o nome de uma feiticeira que viveu na Idade Média e que foi caçada e temida pela igreja por sua autoafirmação como mulher empoderada e por ser uma das únicas mulheres a saber ler e escrever na época. A bruxa não tinha nenhum compromisso com os padrões da época e teve de encontrar na magia o seu escudo para não morrer na fogueira.

“Évora é o arquétipo que representa esse despertar não só espiritual como ideológico em nós mulheres. Falta-se ainda muita informação de empoderamento nas quebradas. Entretanto, hoje já é possível ouvir e reconhecer as Évoras retornando ao seu posto novamente, muitas vezes sem essa informação, de maneira intuitiva. Os portais de abriram! “, reflete Karen.

O álbum traz surras de boombap jazzísticos, psicodelia, traz a bagagem do nordeste que Karen têm desde suas raízes (filha de nordestinos do Piauí) e também de sua experiência e pesquisa junto a Sarah Key com o grupo também de rap “As Lavadeiras”. “Poderes de Évora” é um disco “colado-descolado” com o que rola na cena rap e revela uma artista que tem o dom de juntar a agressividade do rap, a poesia lúdica junto ao lirismo vocal, confira o incrível álbum logo abaixo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.